“Razão dá-se a quem tem”

Não sei o que aconteceu, mas de umas 3 semanas para cá o trânsito aumentou absurdamente e com isso os ônibus estão superlotados, o que juntando com este calor que já deu o que tinha que dar, faz o povo ficar ultra estressado.
O fato é que, sendo otimista, assisto pelo menos umas duas brigas por semana, dentro dos ônibus. E é sempre um acontecimento chato pra caramba.
Os ônibus que passam pela Av. Angélica sempre vêm com bastante velhinhos. E a superlotação faz com que os assentos para os velhinhos sejam disputados a tapa, o que estressa os velhinhos, que geralmente, já entram no ônibus superlotado querendo arrumar briga. Bem, a velhinha já passou por mim (que estava num banco atrás dos bancos reservados, mas que não era reservado) já reclamando (E não vi mesmo, apesar de não estar num banco reservado. Se existe um lugar aonde minha cabeça NÃO anda, é aqui!), passou pela catraca. Algum tempo depois eu só ouvi uma gritaria dos infernos. Eu acho que a velhinha continuou reclamando sobre os assentos reservados e por algum motivo que eu ñao vi (mas que as pessoas fizeram várias versões), a mocinha (que deveria ter uns 20 anos no máximo) enfiou a mão na cara da velha.
Dai pra frente foi uma baixaria, a velha tirou o sapato para bater na menina de volta, e um segura a velha, e o outro segura a menina, e a velha dá escândalo, e quer processar todo mundo “porque trabalha no fórum” e quer processar o motorista e o cobrador também e dai pra frente ninguém teve sossego.
É óbvio que os assentos reservados são reservados. Mas ali foi onde a velha perdeu a razão. E a baixaria estendeu-se até quando a mocinha desceu correndo do ônibus e após ter descido ainda voltou para dar uma rasteira na velha no melhor estilo “Sub-Zero Brasileiro”. E todo mundo quis expressar sua opinião, desde “ninguém fez nada porque não era a mãe de ninguém daqui”, ou “A velhinha tá certa, o jovem tem que respeitar os mais velhos mesmo”, ou “Eu não tenho nada a ver com isso, tia, eu só quero descer no meu ponto”. Eu desci do ônibus e o cobrador ainda estava assustado com as ameaças da velha.

Moral da história: Eu tenho que continuar amaciando a minha grosseria para não me tornar uma velha barraqueira

Anúncios

2 comentários sobre ““Razão dá-se a quem tem”

  1. Huahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahua!
    Eu tava lendo a história fazendo altas caras e bocas de séria até ler a moral da história, he he he he. Isso é que é aprender com a experiência. Acho que to me tornando alguém mais bem humorada, sabe?
    Um dia eu tava no onibus e o tiozinho entrou e começou a encher o saco, dando indireta pra um cara que tava sentado. Ele nem era tão véio. Ele encheu tanto até que o cara levantou – e ele não tinha uma perna. O véio ficou todo sem graça se desculpando, até que o cara se encheu e falou “o senhor vai sentar agora por bem ou por mal”. Foi engraçado.
    Eu já briguei com o motorista zilhões de vezes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s