No more “Black n. 1”

Eu até pensei em falar no quanto o Type o’Negative foi importante pra mim quando eu tinha 16 ou 17 anos. O quanto aquele som mudou a minha vida pra sempre. O quanto eu era tapada e achava que o Peter Steele era o homem mais lindo do mundo. O quanto eu enchi o saco de um ex para ele xerocar a playgirl (algum dia não existiu internet, minha gente!) que eu guardava com todo o carinho do mundo.

Mas porra… vamos combinar… o cara passou dessa pra melhor em alto estilo!
Dá uma sacada só no legado que ele deixou, digitando “Peter Steele” nas imagens do Google!! Moral dessa não tem preço, hein?
Queria eu ser lembrada na posteridade pelos meus grandes dotes!

Anúncios

Um comentário sobre “No more “Black n. 1”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s