Sobre 127 horas

Fui uma pessoa que nunca ligou para esportes. Arrumava atestado nas pseudo-aulas de educação física, passava longe de qualquer coisa relacionada a isso.
E era muito feliz, obrigada! Aproveitei muito bem a minha vida de outras formas.
Não por estratégia, só comecei a pensar em esportes depois dos trinta. Primeiro, me apaixonei por uma dança estranha, que ninguém conhecia e não se achava em qualquer lugar. Depois me apaixonei por dança indiana e para aguentar as pontas nas aulas, resolvi começar algo que me desse uma “base”.
Pesquisei, pesquisei e cai no kung fu, por quem me apaixonei perdidamente logo de cara. Fui um exemplo atípico, fora das estatísticas.
E desde que comecei a me dedicar aos estudos do corpo (dança + kung fu), comecei a prestar atenção em outros esportes também. Sim, porque a dedicação exige MUITA pesquisa. E hoje tenho alguns esportes que sempre observo, coisa que realmente nunca imaginei que faria.

Esse foi um dos motivos que me chamaram a atenção para assistir o ‘127 horas‘, novo filme dirigido pelo Danny Boyle (de quem já vi “Quem quer ser um milionário?”, “Cova Rasa” e o “Trainspotting”, que ninguém quase ouve mais falar). Baseado no livro de Aron Ralston, o alpinista que ficou preso num canyon com uma rocha em cima do braço e após 5 dias, cortou o próprio braço para se salvar.
O filme é simples e objetivo. Sem firulas, sem forçar a barra, sem muitas divagações. Como se imagina que tenha sido o acontecido. Ele, a rocha, os dias, a falta de sanidade, a estratégia para sair do lugar. Não dá pra fantasiar muito. Não há muitas glórias depois disso.
E assim me agradou bastante! Você quase consegue se colocar no lugar do carinha.
A trilha sonora ficou por conta de A.R. Rahman (músico indiano também responsável pelo penúltimo filme de Boyle), muito bem elaborada por ele, com músicas muito bem escolhidas de outros artistas. E claro, tenho que enfatizar a brilhante escolha de Sigur Ros, com a maravilhosa “Festival“.
Vale muito a pena e pretendo ler o livro em breve!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s