Sobre a infância

Queria achar um texto da fantástica Amelie Nothomb, mas não anotei, infelizmente. Só achei algumas divagações teóricas com o mesmo conteúdo, a criação iluminista da chamada “era da inocência“, esse protecionismo absurdo que nossa sociedade criou para a criança. Tsc.  Prossiga:

“Somente a partir do final do século XVII, admite-se que a criança não estava preparada para entrar na vida adulta e que deveria, portanto , seguir um regime especial . A palavra infância , enfim , aproximava-se do sentido moderno . As mudanças eram realizadas sob diferentes aspectos . Num primeiro momento , ocorreu o que Ariès chama de “paparicação”, ou seja, a criança era tratada como um pequeno brinquedo ou animal de estimação usado para entreter os pais (Ariès,1998 :52). Steinberg e Kinchloe vão assinalar esse protótipo da família moderna já no século XIX, em que o comportamento propriamente paternal aglutina-se em torno de noções de ternura e responsabilidade do adulto pelo bem estar da criança (Steinberg e Kinchloe, 1997 :2).”

e

“Vale ressaltar , entretanto , que mesmo quando se começou a entender a criança como um ser diferente do adulto , a infância ainda não era relacionada à idéia de inocência . De acordo com Ariès, a noção de ‘ criança inocente ‘ começou a se formar através da literatura pedagógica , contribuindo para justificar a necessidade de uma educação formal e continuada que viesse a preparar a criança para o mundo adulto . Outro fator central teria sido a emergência do capitalismo comercial e a formação da classe média , que começava a preocupar-se com a formação daqueles que dariam continuidade aos seus negócios no futuro (Ariès, 1998).”

Entendeu agora?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s