Fechando 2016 com música

Faz umas semanas que encuquei em ressuscitar esse espaço, mas faltou tempo para postar aqui. Pensei em escrever coisas sem compromisso (para coisas mais sérias, uso o Medium) e fiquei na dúvida entre ressuscitar esse espaço ou partir para um espaço novo.

Em toda a minha vida devo ter tido uns 200 blogs, desde a época em que blogs eram usados como timeline do Facebook, o que pode ser visto nos meus arquivos.

Estou aqui desde 2007 e compartilhei muitas coisas com as quais não compactuo mais, mas algumas lembranças gostosas (como da minha gata bebê) pesaram na opção de ficar. E ah, é mais prático, né? Remodelei algumas coisas, mas devo ainda mudar outras.

‘The things I’ve done | they torture me | but I need them | ‘case they are me’
(“The Dark Caress”, My Dying Bride)

Optei por ficar. Ainda estou deletando algumas coisas supérfluas, então grande parte do conteúdo antigo pode vir a ser descartado. E vamos embora… ano que vem pretendo ficar mais frequente aqui com os novos estudos e tudo mais. =D

Por enquanto quero registrar aqui o resumo do ano musical.
Desde 2007 utilizo os scrobbles do Last.fm e apesar de ter perdido boa parte das funções extremamente úteis que ele tinha, ainda continua fazendo esse trabalho muito bem.

E todo final de ano rola aquele sentimentalismo em balancear suas atividades. Gosto de fazer isto em algumas áreas e música é uma delas. Meu balanço geral foi:

screen-shot-2016-12-28-at-4-40-33-pm

Fiquei impressionada com o número de sons consumidos dentro do estilo progressivo. Se eu me dissesse isso uns 5, 6 anos atrás, eu duvidaria muito disso. Pode ser coisa da seletividade da idade (haha!) ou pode ser só o Steven Wilson, que me “ensinou” a apreciar o estilo. Seu show foi um dos melhores do ano, mas pretendo fazer sobre shows posteriormente.

O assunto “shows” dominou meus scrobbles, que também incluíram Anneke van Giersbergen e Rammstein. =D

O resumo completo pode ser acessado aqui. Fiquem à vontade para me adicionar. =D

Anúncios

365-03

De acordo com o meu perfil no Last.fm, o meu ano musical de 2012 foi o seguinte:

Os 15 artistas mais ouvidos em 2012:

She Wants Revenge
Diary of Dreams
Covenant
The Cure
Pain of Salvation
Steven Wilson
Arnaldo Antunes
A Perfect Circle
Dead Can Dance
Nine Inch Nails
Alcest
Depeche Mode
Snow Patrol
Norah Jones
Kraftwerk

She Wants Revenge

Os 15 albuns mais ouvidos de 2012, dos 495 albuns que ouvi, são:

She Wants Revenge – This Is Forever
She Wants Revenge – She Wants Revenge
Diary of Dreams – setlist
Agua de Annique – Air
She Wants Revenge – Valleyheart
A Perfect Circle – Thirteenth Step
Anneke van Giersbergen – In Your Room
XX – xx
Arnaldo Antunes – Acústico MTV
The Cure – Bestial Live 2011
Arnaldo Baptista – Let It Bed
Nine Inch Nails – Year Zero
Covenant – In Transit
A Perfect Circle – Mer De Noms
Radiohead – The Best Of

Salvo as devidas proporções, visto que ele não fez scrobbling de absolutamente tudo o que eu ouço na vida, acho que está ok.